CUSTOS LOGÍSTICOS: MENSURAÇÃO E USO POR REDES SUPERMERCADISTAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

Marcos Antonio de Souza, Rodrigo Machado Correa, Gustavo Pires Kruger

Resumo


A existência de um mercado cada vez mais disputado e exigente, muito discutido no âmbito das indústrias de atuação global, também está presente em outros segmentos de atuação mais localizada. É o caso das redes brasileiras de supermercados de pequeno e médio porte, impactadas pela ação das grandes redes nacionais e internacionais. Nesse contexto, a importância da logística no segmento tem sido destacada como uma prática de gestão que pode ajudar as empresas a tornarem-se mais eficientes, eficazes e competitivas. Diante disso, o objetivo deste estudo é analisar os instrumentos, métodos e informações que essas redes de supermercados de pequeno e médio porte utilizam para a mensuração e gerenciamento do macro processo logístico de entrada, movimentação interna e saída de mercadorias, visando gerar informações úteis para a gestão. Trata-se de um estudo de caso múltiplo, de natureza exploratória, com abordagem descritiva e qualitativa. A coleta de dados deu-se por meio de entrevista presencial e contou com a participação de gestores de três redes do estado do Rio Grande do Sul. A principal conclusão indica que apesar da importância dada pelos gestores à mensuração dos custos logísticos, a sua aplicação prática ainda está muito distante do que apregoa a literatura.


Palavras-chave


Logística. Custos logísticos. Varejo. Redes de Supermercados.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia