ANÁLISE DA VIABILIDADE ECONÔMICO-FINANCEIRA DA CAFEICULTURA: UM ESTUDO NAS PRINCIPAIS REGIÕES PRODUTORAS DE CAFÉ DO BRASIL

Cássio Henrique Garcia Costa, Fabrício Teixeira Andrade, Luiz Gonzaga de Castro Júnior

Resumo


O artigo objetiva analisar a viabilidade econômica da produção de café comparada à aplicação financeira com rendimento atrelado a taxa do Sistema Especial de Liquidação e Custodia (Selic) nos principais estados produtores do Brasil. A metodologia empregada na obtenção das informações e na estruturação das propriedades é a definida como painel que, essencialmente, é uma reunião realizada entre os pesquisadores e os técnicos e produtores locais. Os dados foram coletados nas seguintes cidades: Três Pontas, no estado de Minas Gerais, Iúna no estado do Espírito Santo; Altinópolis, no estado de São Paulo; Ribeirão do Pinhal, no estado do Paraná; além de Vitória da Conquista, no estado da Bahia. Os critérios econômicos utilizados para avaliar a viabilidade dos projetos foram o Valor Presente Líquido (VPL) e a Taxa Interna de Retorno (TIR). Os resultados indicam que investir na cafeicultura é menos rentável na grande maioria dos casos se comparado aos investimentos equivalentes à taxa Selic.


Palavras-chave


Custos. Rentabilidade. Cafeicultura. Análise de Investimentos.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia