SISTEMAS DE CONTROLE GERENCIAL E CULTURA BRASILEIRA: UMA ANÁLISE DO MODELO ANTHONY

Ana Carolina Pimentel Duarte da Fonseca

Resumo


As práticas gerenciais muitas vezes carregam valores dos pesquisadores que as desenvolveram. Dado o caráter racional e universal atribuído a determinadas práticas pela sociedade industrial, acredita-se que estão isentas de valores. No entanto, este aparente caráter racional e universal esconde valores próprios da ideologia capitalista, os quais confundem-se muitas vezes com valores da sociedade norte-americana. Analisa-se neste estudo um dos modelos mais utilizados na área de controle gerencial o modelo proposto pelo Professor Robert N. Anthony visando explicitar os valores nele contidos e confrontá-los com os da cultura brasileira. Os resultados sugerem que algumas adaptações se fazem necessárias na sua aplicação em empresas brasileiras.


Palavras-chave


Sistemas de controle gerencial. Cultura brasileira. Cultura organizacional.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia