DESEMPENHO MULTICRITERIAL NO SETOR BRASILEIRO DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA: UMA ANÁLISE APOIADA EM DEA PARA OS ANOS DE 2007 E 2008

Marcelo Alvaro da Silva Macedo, Maitê Garcia Cruz Ribeiro

Resumo


p id="conteudo_artigo"> Este artigo tem como objetivo analisar, por meio do uso da Análise Envoltória de Dados (DEA), o desempenho de empresas do setor brasileiro de distribuição de energia elétrica, tendo como base um conjunto de indicadores divididos em três dimensões/perspectivas: contábil-financeiro (modelo 01), operacional (modelo 02) e socioambiental (modelo 03). Todos os indicadores foram obtidos a partir da base de dados Séries, publicada pelo GESEL/NUCA/IE/UFRJ, para os anos de 2007 e 2008. Para análise foram utilizados modelos DEA-VRS, que foram implementados com o apoio do software SIAD, sendo considerados ajustes para valores negativos e restrições aos pesos. Os resultados mostram que as empresas que obtiveram melhores índices de eficiência nos três modelos foram: CPFL Mococa, Coelba, Elektro, CPFL Jaguari e Energipe. Já as que obtiveram os piores índices foram: Enersul, Celtins, Caiuá e EEB. Além disso, o teste de diferença de médias mostrou que não existe diferença entre os desempenhos médios dos grupos maiores e menores empresas e a análise de correlação mostrou que não existe correlação significativa entre desempenho e tamanho. Em outras palavras, pôde-se constatar que não é o tamanho, mas sim o desempenho superior, que confere competitividade às empresas.

Palavras-chave


Desempenho Multicriterial. DEA. Setor Elétrico.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia