A CONTROLADORIA COMO UM MECANISMO INTERNO DE GOVERNANÇA CORPORATIVA: EVIDÊNCIAS DE UMA SURVEY COMPARATIVA ENTRE EMPRESAS DE CAPITAL BRASILEIRO E NORTE-AMERICANO

Auster Moreira Nascimento, Márcia Bianchi, Paulo Renato Soares Terra

Resumo


Esta pesquisa buscou verificar se as relações funcionais mantidas entre o controller de uma subsidiária ou filial de uma empresa e o seu gerente geral local (ou função equivalente), permitem sua atuação independente no processo de elaboração e divulgação das informações decorrentes dos atos administrativos e operacionais da unidade de negócios em que atua. A verificação ocorreu através de pesquisa de campo realizada com o uso de questionários respondidos por executivos de 66 empresas, sendo 35 brasileiras e 31 norte-americanas, cujos dados coletados foram tratados estatisticamente. Como principal conclusão tem-se que a área de controladoria: (a) pode ser considerada como um mecanismo interno de governança corporativa; (b) amplia a segurança dos usuários das informações sobre a empresa; (c) proporciona a divulgação dos atos de sua administração com a transparência requerida; (d) possibilita a redução da assimetria informacional e a minimização dos conflitos de agência; (e) monitora o processo de gestão e de manutenção dos sistemas de controle que o apóiam.


Palavras-chave


Teoria da Agência. Governança Corporativa. Processo de Gestão. Dimensões de Controle. Controladoria.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia