EMPREGO DO CONCEITO DE CUSTO DE OPORTUNIDADE NA ESCOLHA DE RAÇÃO PARA A PRODUÇÃO DE LEITÕES

Sandro Marcos Schimanko, Ary Schwans, Verônica Eberle de Almeida

Resumo


Este estudo tem por objetivo levantar os custos de ração para a criação de leitões a fim de averiguar qual o valor sacrificado com a escolha da opção mais rentável para o suinocultor à luz do conceito do custo de oportunidade. Na produção de leitões, a ração é responsável por cerca de 70% dos custos e, por isso, qualquer variação pode impactar significativamente no lucro do produtor. Nesse artigo são analisadas três maneiras de aquisição de ração para a produção de leitões: aquisição da ração pronta (industrializada); aquisição do milho para produção na propriedade e, produção tanto do milho quanto da ração na propriedade do produtor. Dada a diferença entre os processos de fabricação destes produtos podem ocorrer variações na qualidade e, por esse motivo, realizou-se teste empírico com os três tipos de ração a fim de averiguar qual destes possui melhor desempenho com os leitões. Considerando os resultados obtidos, é possível afirmar que a ração fabricada na propriedade com o milho produzido pela mesma é a opção mais vantajosa, pois possibilita melhor retorno financeiro ao produtor.


Palavras-chave


Custos. Produção de Leitões. Ração para Leitões.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia