O PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE PAPEL RECICLADO E AS AÇÕES ASSOCIADAS AOS CUSTOS AMBIENTAIS EM INDÚSTRIA DE SANTA CATARINA

Alessandra Vasconcelos Gallon, Franciane Luiza Salamoni, Ilse Maria Beuren

Resumo


A crescente preocupação com a preservação ambiental requer a eliminação e/ou redução dos efeitos negativos do processo de produção industrial. Nesta perspectiva, o artigo objetiva descrever o processo de fabricação de papel reciclado e identificar ações executadas pela empresa associadas aos custos ambientais. Para tanto, fez-se uma pesquisa exploratória, por meio de um estudo de caso em indústria catarinense, com abordagem qualitativa dos dados. Como resultado da pesquisa tem-se que o processo de fabricação inicia com a adição das matérias-primas, passa pela desagregação e refinação da massa, segue para a suspensão fibrosa e finaliza com a secagem e rebobinamento do papel para avaliação de sua qualidade. O tratamento dado aos resíduos pela indústria de reciclagem contribui para a preservação ambiental, uma vez que quase sua totalidade retorna ao processo fabril de papel sob forma de matériaprima. Conclui-se que a sua ação pró-ativa à gestão de custos ambientais é promitente em termos de prevenção de danos ambientais e conseqüentemente em redução de custos.


Palavras-chave


Tratamento dos resíduos. Papel reciclado. Custos ambientais.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia