ASPECTOS CONCEITUAIS, COMPORTAMENTAIS E CULTURAIS DO ORÇAMENTO COMO FERRAMENTA GERENCIAL

Adriane Fagundes Silva, Jair Nunes

Resumo


As organizações têm buscado desenvolver sistemas acurados de controle diante da acirrada competição que as compele a formular estratégias adequadas ao seu propósito. Nesse contexto, o orçamento representa uma ferramenta gerencial amplamente utilizada pelas empresas, já que auxilia no estabelecimento de metas, na avaliação de resultados e na identificação de áreas que necessitam de iniciativas. Mais do que enfatizar os aspectos conceituais e técnicos do orçamento, o presente estudo tem o propósito de enfocar a abordagem comportamental e cultural presente nesta ferramenta gerencial, visando explicitar os valores nele contidos e confrontá-los com os da cultura brasileira. Esta pesquisa baseia-se no conceito desenvolvido por pesquisadores que defendem que as ferramentas de gestão em geral, carregam valores de sua própria cultura de forma que condições particulares, de maneira geral, demandam soluções específicas, que podem se tornar inadequadas se aplicadas em outros contextos. Foi realizada uma revisão da literatura considerando os principais pesquisadores que versam sobre o tema.


Palavras-chave


Orçamento. Aspectos Comportamentais. Aspectos Culturais.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia