DESEMPENHO LOGÍSTICO DE PRODUTIVIDADE EM COMPANHIAS BRASILEIRAS LISTADAS NA BOLSA DE NOVA IORQUE NA PERSPECTIVA DO MODELO WORLD CLASS LOGISTICS

Helton Cristian de Paula, Joyce Menezes da Fonseca Tonin, Ramon Kael Benassi Bachmann, Romualdo Douglas Colauto

Resumo


As informações evidenciadas sobre as atividades logísticas denotam ser preteridas em detrimento de informações de caráter obrigatório. O modelo World Class Logistics propõe o monitoramento do desempenho logístico das companhias com o enfoque em quatro competências: Posicionamento, Integração, Agilidade e Mensuração. A Competência Mensuração se preocupa em mostrar indicadores de (1) Custo; (2) Serviço ao Cliente e Qualidade; (3) Produtividade; e (4) Gerenciamento de Ativos. Entende-se que o modelo possibilita o monitoramento por meio de algumas informações financeiras divulgadas pelas companhias de capital aberto. Nesse contexto, sugere-se a seguinte questão de pesquisa: qual o desempenho logístico de produtividade de companhias brasileiras com ações negociadas na Bolsa de Nova Iorque na perspectiva do modelo World Class Logistics? A amostra foi composta por quinze empresas do setor de produção e comércio e para análise dos dados utilizou-se estatística descritiva segmentada em clusters. Os resultados mostram que as empresas Braskem, CBD, Perdigão, Sadia e Ultrapar, que compuseram o cluster 1, não obtiveram bom desempenho nos Indicadores Logísticos de Produtividade de forma geral. As empresas Ambev, Aracruz, CSN, Cosan, Embraer, Gafisa, Gerdau e VCPA, que formam o cluster 2, se destacaram nos indicadores Despesas Operacionais versus Mercadorias Despachadas e Output Total. O cluster 3, composto pelas empresas Petrobras e Vale, foi o que apresentou melhor desempenho geral nos Indicadores Logísticos de Produtividade. Isso ocorreu devido ao crescimento do Lucro Operacional ter superado o resultado inferior nos outros dois indicadores.


Palavras-chave


Desempenho de Produtividade. Modelo World Class Logistics. Avaliação de Desempenho.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia