APLICAÇÃO DO MÉTODO UEP NA DETERMINAÇÃO DOS CUSTOS DE UMA EMPRESA DE REVESTIMENTOS CERÂMICOS

Leopoldo Pedro Guimarães Filho, Bristot Menegon Vilson, Lucas Da Rold Marques, Norton Ferreira Feil, Tiago Comin Colombo

Resumo


Em um mercado cada vez mais competitivo, as empresas buscam novas ferramentas gerenciais que proporcionem o aperfeiçoamento das atividades e produtos prestados. Neste cenário, a contabilidade de custos passa a se tornar um importante instrumento de controle e de suporte às tomadas de decisões empresariais. No presente trabalho, foi estudado o Setor de Revestimentos Cerâmicos, tendo como objetivo realizar a aplicação do método da unidade de esforço de produção (UEP) na determinação dos custos de produção. Este método se aplica apenas para os custos de transformação, ou seja, os custos relacionados à mão de obra direta e aos custos indiretos de fabricação. O desenvolvimento deste trabalho foi baseado nas informações geradas pelo método de custeio utilizado pela empresa, o método do centro de custos. Analisando as informações dos custos da empresa estudada, pode ser observado que 51% classificam-se como custos indiretos, que não possuem relação direta com um produto. Pode-se verificar, com este estudo, a comprovação da viabilidade de aplicação deste método de custeio em uma indústria cerâmica, obtendo-se, através do mesmo, maior precisão por meio de critérios de rateio mais consistentes para apropriação dos custos aos produtos, simplicidade de operacionalização para a determinação dos custos, além de avaliar o desempenho da capacidade produtiva da empresa.

Palavras-chave


Custos de produção. Custos Indiretos. Indústria Cerâmica. Método UEP. Capacidade Produtiva.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia