DESONERAÇÃO PREVIDENCIÁRIA E O COMPORTAMENTO DOS CUSTOS DAS EMPRESAS DE CALÇADOS LISTADAS NA BM&FBOVESPA

Rúbia Albers Magalhães, Thayse Moraes Elias, Luiz Felipe Ferreira, Altair Borgert

Resumo


A desoneração da folha de pagamento é constituída pela substituição da Contribuição Previdenciária Patronal – CPP incidente sobre a folha de salários com a alíquota de 20%, pela Contribuição Patronal sobre a Receita Bruta – CPRB, que consiste na aplicação de uma alíquota sobre o valor da receita bruta, conforme o setor de atividade econômica da empresa. Neste contexto, este estudo tem como objetivo identificar o comportamento dos custos das empresas do segmento de calçados que estão listadas na BM&FBOVESPA no período de 2007 a 2016, que compreende momentos antes e após a desoneração da folha de pagamento. As análises abrangem a estatística descritiva e a tendência linear. Além destas, o Teste t de Student é utilizado para verificar a existência de diferenças de médias das variáveis antes e após a desoneração. Os resultados encontrados, com base nas hipóteses admitidas, apontam que os gastos com pessoal, os custos dos produtos vendidos, as despesas com vendas e administrativas, os custos totais e a margem de lucro não se alteraram com as medidas de desoneração da folha de pagamento.


Palavras-chave


Desoneração Previdenciária. Custos. Setor de Calçados.

Texto completo:

PDF

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia