ANÁLISE COMPARATIVA DO CUSTO-VOLUME-LUCRO (CVL) POR MEIO DO MODELO DETERMINISTA E ESTOCÁSTICO: ESTUDO DE CASO NA CRIAÇÃO DE SUÍNOS

Ângela A. Kortz Spohr, Alexandre André Feil, Samuel Martim de Conto, Francisco Cezas dos Reis Leal

Resumo


A análise Custo-Volume-Lucro (CVL) compreende uma ferramenta essencial para gerar informações às tomadas de decisões. Entretanto, esta ferramenta pode ser aplicada por meio do modelo determinístico e estocástico. Neste contexto, o escopo central deste estudo vincula-se à análise dos valores/resultados gerados pela análise CVL, utilizando como base o modelo determinista e estocástico de avaliaçãoda atividade de criação de suínos. A metodologia quanto à abordagem do problema é quantitativa, pois se utiliza de métodos probabilísticos; quanto aos fins, é descritiva, abordando as características da análise; e quanto aos procedimentos técnicos, é pesquisa documental, entrevista estruturada e um estudo de caso em propriedade de criação de suínos. Os principais resultados revelam que a análise determinista enfraquece e limita a validade da informação; já a estocástica incorpora inputs das incertezas, atribuindo, assim, maior robustez e consistência à informação gerada. Além disso, outro diferencial centra-se no tipo de informação gerada, pois a determinista analisa a historicidade dos dados, e a estocástica gera informações referentes à probabilidade de ocorrência dos resultados no futuro. Conclui-se que a análise determinista não pode ser substituída pela estocástica, mas a complementação das análises pode gerar resultados consistentes, tendo como base a análise histórica e simulada.


Palavras-chave


Suinocultura. Método Monte Carlo. Simulações.

Texto completo:

PDF

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia