A RELAÇÃO CUSTO/VOLUME/LUCRO NA PRODUÇÃO DE ARROZ: UM COMPARATIVO ENTRE O CULTIVO PRÉ-GERMINADO E O PLANTIO DIRETO

Cristiano Sausen Soares, Lucas Wancura Barbieri

Resumo


O estudo tem por objetivo identificar o custo do arroz na safra 2013/2014, considerando a relação custo/volume/lucro a partir de um comparativo entre as técnicas de cultivo pré-germinado e plantio direto. Para tanto, utilizou-se de uma abordagem qualitativa, descritiva, aliada ao estudo de caso, onde os dados foram coletados mediante pesquisa documental e entrevistas semiestruturadas. Com base na Teoria dos Custos de Transação (TCT), os custos agrícolas da produção rural de arroz foram abordados. A área rural estudada utiliza 205 hectares arrendados para o plantio, sendo o cultivo pré-germinado empregado em 87% da área, enquanto o plantio direto é utilizado no restante. As variáveis “custo, volume e lucro” foram analisadas para identificar os resultados por tipo de plantio, tendo sido adotado, para apuração dos custos, o método de Custeio Direto. Os resultados indicam que a produção no cultivo pré-germinado apresenta menor custo de produção, maior produtividade e maior lucro em relação aos volumes produzidos por hectare, comparando com os resultados do plantio direto. Espera-se que esses resultados contribuam com os empresários rurais, agricultores e profissionais de contabilidade no processo decisório quanto à apuração dos custos agrícolas.


Palavras-chave


Contabilidade de custos. Custos no agronegócio. Custo do arroz. Rizicultura.

Texto completo:

PDF

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia