MÉTODO UEP APLICADO À PEQUENA EMPRESA FABRIL: UMA RELAÇÃO CUSTO/BENEFÍCIO FAVORÁVEL

Marluce Lembeck, Rodney Wernke

Resumo


Este estudo tem por objetivo avaliar a possibilidade de mensurar os custos de transformação do mix comercializado por uma pequena fábrica de confecções underwear, utilizando o método UEP de modo economicamente viável quanto à implantação e operacionalização nesse porte de empresa. Para tanto, foi empregada metodologia do tipo descritiva no formato de estudo de caso, com abordagem qualitativa. Inicialmente, foi efetuada uma revisão da literatura a respeito desse método de custeio, em que foram abordados aspectos como histórico, conceitos, princípios norteadores, etapas a serem percorridas para implementá-lo, benefícios informativos e limitações associadas. Em seguida, foram apresentadas as principais características do estudo de caso realizado com descrição da empresa enfocada e das fases seguidas para aplicar o método UEP. Posteriormente, foram elencadas as informações gerenciais proporcionadas e ressaltadas as limitações associáveis à metodologia utilizada. Concluiu-se pela aplicabilidade do método no contexto de fábricas de pequeno porte. Além disso, restou a conclusão de que não é necessário despender recursos expressivos para implementar e operacionalizar uma planilha de custos adaptada ao âmbito de pequenas indústrias semelhantes, o que contradiz parte da literatura que trata de métodos de custeio.


Palavras-chave


UEP. Estudo de caso. Viabilidade em pequena empresa.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia