CUSTOS DA QUALIDADE: A EXPERIÊNCIA DE UM RESTAURANTE POTIGUAR NO PROGRAMA TURISMO MELHOR

Valdério Freire Moraes Júnior, Adriana Fernandes Vasconcelos, Claudia Gomes Graciano, Aneide Oliveira Araújo

Resumo


Custos da qualidade geralmente estão relacionados a prevenção, falhas internas, falhas externas e inspeção. Esses custos devem ser gerenciados, e por esta razão as empresas têm buscado a implementação de programas de qualidade, com o intuito de melhorar seus produtos e serviços, bem como para aumentar seus lucros. Nessa perspectiva, o presente estudo tem como objetivo analisar os custos de qualidade de um restaurante potiguar localizado na cidade do Natal, que aderiu ao Programa Turismo Melhor em 2006. Trata-se de uma investigação de natureza qualitativa sobre a mensuração dos custos de qualidade com base no período de janeiro de 2006 a maio de 2007. Os dados foram obtidos por meio de entrevista semi-estruturada bem como de relatórios contábeis para verificação das relações existentes entre as variáveis que integram os custos da qualidade da empresa. Os resultados mostram que a adesão ao selo trouxe benefícios à entidade pela redução efetiva de falhas percebidas no primeiro semestre de 2007, fixação em um mercado cada vez mais competitivo e melhores condições de trabalho. Por fim, a análise dos custos evidenciou o quanto os gastos efetuados em relação à qualidade beneficiaram a organização.


Palavras-chave


Qualidade. Custos da qualidade. Turismo melhor.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia