POLÍTICA PARA AVALIAÇÃO E SUBSTITUIÇÃO DE FROTA POR MEIO DA ADOÇÃO DE MODELO MULTICRITÉRIO

Aray Gustavo Feldens, Claudio José Muller, Tiago Pascoal Filomena, Francisco José Kliemann Neto, Antenor dos Santos Castro, Michel José Anzanello

Resumo


O uso eficiente dos ativos fixos é um dos principais objetivos na administração de empresas do setor de transporte urbano. Os veículos de transporte determinam o nível de serviço oferecido e impactam significativamente na eficiência dos inputs envolvidos no seu uso. O administrador pode otimizar a rentabilidade e o nível de serviço oferecido através da escolha do veículo apropriado e da definição da taxa de substituição do equipamento no tempo. Este artigo apresenta uma metodologia para a substituição de frotas de ônibus por meio da integração de critérios econômicos e não-econômicos. Aspectos econômicos são contemplados por indicadores econômicos e fluxo de caixa, utilizando custos de aquisição e manutenção da frota, entre outros. Aspectos não-econômicos são representados por decisões estratégicas e de gestão, sendo avaliados por intermédio de ferramentas de decisão múltipla. A metodologia proposta possibilitou avaliação detalhada do desempenho dos ônibus atuais frente a potenciais substitutos, viabilizando constante monitoramento dos ativos da empresa e assegurando elevados níveis de serviço ao cliente. A metodologia é ilustrada em uma empresa pública de transporte urbano.


Palavras-chave


Substituição de equipamentos. Análise multicritério. Transporte coletivo por ônibus.

Texto completo:

PDF


 

 

  Revista ABCustos - ISSN 1980-4814

  Associação Brasileira de Custos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia